[ editar artigo]

Quem foi Clara Pilates?

Quem foi Clara Pilates?

É semana da mulher por aqui e não poderia deixar de contar a história de uma lenda feminina fundamental para a perpetuação do Método Pilates como atividade física e/ou recurso terapêutico.

Comecemos pelo princípio: Anna Klara Zeuner, mais conhecida como Clara Pilates, nasceu em 6 de fevereiro de 1883 na Alemanha, onde foi professora do ensino primário e enfermeira. Em 1926, aos 43 anos de idade, ela emigrou para os Estados Unidos e, na viagem de navio, conheceu aquele que mais tarde se tornou seu grande parceiro pessoal e profissional: Joseph Hubertus Pilates.

Clara era uma mulher simpática, que se relacionava bem com todos, profissional da área da saúde, acreditava no poder do exercício físico para manter o corpo saudável e, o mais importante, entrou de corpo e alma no Método que Joseph lhe apresentou. Apesar de apaixonante, não há registros oficiais desse que seria o terceiro casamento de Joseph, mas imagens e testemunhas confirmam essa parceria.

O casal fundou o estúdio que oferecia a Contrologia como modalidade aos clientes em Nova Iorque, compartilhando o endereço com a escola New York City Ballet. Entre os praticantes estavam bailarinos, artistas de cinema, boxeadores e demais profissionais que tomaram conhecimento dos benefícios surpreendentes que o Método já proporcionava na época.

Nas áreas social e administrativa do estúdio, era Clara quem estava à frente, lidando com relacionamento com os clientes, gerenciando o espaço, respondendo às cartas recebidas. Além de dar aulas e assumir a gerência, Clara foi responsável por registrar e catalogar os atendimentos realizados por Joseph, suas ideias, fotos, vídeos, anotações diárias, etc.

Algumas fontes afirmam que Joseph Pilates não era um bom instrutor, não tinha muitas habilidades de comunicação. Inegavelmente, foi um inventor notável, um inovador sem precedentes, mas é Clara Pilates quem é apontada como a verdadeira instrutora no estúdio. Seu toque e voz suave foram mencionados por seus alunos dedicados.

A grande parceria entre o casal durou até 9 de outubro de 1967, quando Joseph Pilates faleceu aos 87 anos de idade sem deixar testamento ou designar qualquer linha de sucessão. A partir daí, Clara se viu na responsabilidade de levar adiante o ensino do Método que ele criou.

Clara continuou a operar o reconhecido Pilates Studio na Oitava Avenida, em Nova York. Romana Kryzanowska tornou-se a diretora do espaço por volta de 1970. Kryzanowska havia estudado com Joseph e Clara no início dos anos 1940 e então, após um hiato de 15 anos no Peru, voltou para renovar seus estudos.

Nessa época, Ron Fletcher retorna a Nova Iorque e volta a ter aulas com Clara Pilates, que o ensina a trabalhar “de forma mais lenta para sentir cada peça de movimento a mover o corpo por dentro e a trabalhar com as máquinas, parceiras no trabalho, e não nas máquinas” – nas palavras de Ron Fletcher.

Foi a partir do incentivo de Clara Pilates que surgiu a vontade de Ron Fletcher abrir seu próprio estúdio na costa oeste dos EUA, o que proporcionou o “boom” do método Pilates. Enquanto Ron Fletcher ensinava na costa oeste, Romana Kryzanowska atuava na costa leste ao lado de Clara e foi quem permaneceu ensinando após sua morte em 1976 aos 93 anos de idade.

Embora Joseph fosse a força declarada por trás de seu método, Clara incorporou discretamente seus conceitos e exercícios de maneiras que beneficiaram os clientes mais gravemente enfermos ou feridos.

Provavelmente seja por causa da Clara, com seu jeito acessível e técnicas especiais, que o Método Pilates é reconhecido hoje como uma forma positiva de exercício baseado em movimento que realmente pode ser adaptado a qualquer nível não apenas de preparação física, mas também de saúde. - Pilates Method Alliance.

De acordo com Mary Bowen, aluna de Joseph e Clara, ambos eram igualmente talentosos: “Pilates era inventivo, extravagante e otimista. Ela por sua vez era a retaguarda, segura, a base de sustentação de Joseph”.

Clara permitiu que o método fosse repassado aos aprendizes. Os 'Pilates Elders' falam de Clara como a força nutridora por trás do homem. Clara estabeleceu a tradição de evoluir e adaptar o método Pilates para atender às necessidades individuais dos clientes.

É importante reconhecer a influência das mulheres no trabalho de Joseph Pilates: Clara, sua parceira, incentivadora, os discípulos que continuaram seu trabalho foram basicamente mulheres como Romana Kryzanowska, Carola Trier, Kathy Stanford-Grant, Eve Gentry e também como ele trabalhou desenvolvendo exercícios para as diversas necessidades de uma mulher: no pós parto, na recuperação de um mastectomia como no caso da Eve Gentry ou na preparação física para a dança como no caso de Kath Grant.

Aqui no Brasil também foi uma mulher quem introduziu o Método: Alice Becker Denovaro.

À Anna Klara Zeuner, mulher incrível, o nosso sincero agradecimento e reconhecimento por ter possibilitado a prática hoje, por milhões de pessoas ao redor do mundo, deste Método tão completo e democrático de condicionamento físico e mental chamado Pilates.

Feliz dia da mulher a todas as mulheres, em especial às envolvidas com o Método Pilates! Somos demais!!! 

 

*Os textos produzidos pelo colaborador não expressam, necessariamente, a opinião dos outros participantes da comunidade, sendo 100% de responsabilidade do autor.


REFERÊNCIAS:

Imagem no topo do texto: Estúdio Pilates Cascais

Interação Fitness
Luiza Queiroga
Luiza Queiroga Seguir

Fisioterapeuta especializada em ortopedia, traumatologia e desportiva, co-founder do Hama Pilates.

Ler conteúdo completo
Indicados para você