[ editar artigo]

A importância dos Custos na Precificação da sua Academia

A importância dos Custos na Precificação da sua Academia

Independente do tamanho da sua empresa, fazer um acompanhamento dos gastos deve ser uma prática frequente.

Muitas academias possuem dúvidas em relação a como precificar os seus planos, se já estão fazendo da forma correta ou se deveriam cobrar um valor diferente do que está sendo aplicado.

Nesse momento, a primeira ação a ser tomada é o levantamento dos custos da empresa. Não farei aqui uma distinção em relação a custos ou despesas fixas e variáveis, entendendo de uma forma geral que os custos correspondem a todas as saídas da operação.

Concluída essa etapa, é necessário alocar cada custo em seu respectivo lugar, criando assim os Centros de Custos. Isso se faz necessário para que você consiga visualizar de forma distinta quanto dinheiro está sendo destinado para cada parte do seu negócio.

Alocados os custos em seus devidos centros, é chegada a hora de fazer uma análise sobre os números. O objetivo é identificar se existem desequilíbrios que possam comprometer a operação. O desequilíbrio nem sempre diz respeito a um gasto excessivo, pois, pode também corresponder a um investimento muito menor do que o necessário para a operação se manter saudável. Um exemplo é o Marketing, que, caso não receba investimentos, pode comprometer o número de novos visitantes procurando a academia - seja de forma online ou offline.

Por último, a tabela de preços será determinada levando em consideração seus custos, a capacidade de ocupação e a margem de lucro esperada.

Redigi o artigo nesta sequência e deixando a tabela de preços por último, pois essa deve ser a forma de criar o preço: por último! Infelizmente, não é o que encontramos em grande parte das academias quando perguntamos como foi criado o preço de venda.

A prática mais encontrada ainda é a de equiparação com a média local, que pode desencadear uma série de problemas por não considerar alguns fatores, como:

  • Será que os custos dos competidores locais são os mesmos que os meus?
  • Eles possuem imóveis próprios? Se sim, estão "se pagando" aluguel ou estão se sabotando para manter os preços?
  • Eles estão considerando as mesmas margens de lucro?
  • E, o mais agravante: SERÁ QUE ELES FIZERAM CONTAS PARA PRECIFICAR!??

Portanto, considerar os diversos aspectos que envolvem a precificação é a forma mais saudável para não encontrar problemas futuros. Costumo dizer em minhas palestras e cursos que existem duas formas de se montar uma empresa:

  1. Você determina o modelo de negócio que irá montar e encontra o local adequado para aquele tipo de serviço;
  2. Ou, você encontra o ponto comercial e pesquisa qual é o melhor modelo para aquele local.

Qualquer uma das formas estão coerentes. Em contrapartida, não se deve deixar a paixão e a emoção em empreender pular essas etapas iniciais, culminando na montagem do negócio dos sonhos no lugar errado, e resultando em uma frustração futura devido a resultados negativos.

Até a próxima!

Herbert Oliveira

 

 

Interação Fitness
Herbert Oliveira
Herbert Oliveira Seguir

Atuando no mercado fitness a mais de 15 anos passando por todas as camadas de atuação: de estagiário a proprietário.A mais de 5 anos como consultor em projetos voltados ao desenvolvimento estratégico, estruturação de processos e capacitações.

Ler matéria completa
Indicados para você