[ editar artigo]

A DESVALORIZAÇÃO DO PERSONAL TRAINER

A DESVALORIZAÇÃO DO PERSONAL TRAINER

Olá, Personal Trainers!

Chegamos a mais um conteúdo para somar e agregar na sua carreira. Com quase 20 anos convivendo no ambiente de academias, posso afirmar que a profissão de Personal Trainer nunca esteve tão em evidência. Parece que a população percebeu que é indispensável ter um profissional ESPECIALIZADO para cuidar da sua saúde.

Mas será que os ditos "profissionais" são realmente especializados?

Fazer a formação básica de 4 ou 5 anos na faculdade de Educação Física, concluir uma pós-graduação ou especialização, atuar na área específica com no mínimo 2 a 3 anos de experiência e participar de congressos e cursos de atualização todos os anos, isso já habilita alguém para se intitular como PERSONAL TRAINER no Brasil? 

Aos futuros Personal Trainers, coachs, treinadores e profissionais de Educação Física que estufam o peito para falar que já são Personal Trainers, faço as seguintes perguntas, citando uma das referências na nossa área, o Prof. Cauê La Scala Teixeira:

Está cursando Educação Física e já diz que é Personal?

Imagine uma pessoa próxima a você sendo OPERADA por alguém do 2º ano de MEDICINA?

Agora imagine sua CASA sendo construída por alguém que está no 1º ano de ENGENHARIA?

E vamos um pouco mais longe, você faz CONSULTORIA ONLINE e ainda não apresentou a DISSERTAÇÃO da Faculdade?

Trabalha em academias e aborda os alunos oferecendo treinos mais em conta porque ainda não é formado?

Posta fotos nas redes sociais apenas para satisfazer o seu ego e dos seus seguidores, afinal, você vive do seu corpo e dos patrocinadores?

Vive falando para o seu cliente mudar de academia por conta de altas taxas cobradas, mas não emite uma NOTA FISCAL ou RECIBO do seu serviço? E não sei se você sabe, mas não existe mais MEI para Personal...

O ponto em que eu quero chegar é: o MERCADO seleciona, e estamos de olho nos "maus profissionais". 

Canso de ver colegas reclamando que não conseguem aumentar sua hora aula, que estão com poucos clientes, que continuam fazendo as mesmas coisas durante 5, 10, 15 anos de profissão ou já mudaram de área.

Se você se enquadrou em alguma parte deste texto e pretende mudar, sugiro fazer uma reflexão de onde quer chegar e o quanto você prejudica a imagem da nossa profissão.

Se nada disso fizer sentindo, força queridão! Caso contrário, estou à disposição para ajudar no que estiver ao meu alcance.

E você também pode ler este outro artigo sobre os requisitos de um bom Personal Trainer.

Abraços,

Andre Hauer

 

 

 

 

 

Interação Fitness
ANDRE HAUER
ANDRE HAUER Seguir

Educador Físico, Mestre em Exercício e Saúde pela FMH Portugal, eleito entre os 10 melhores treinadores do Brasil em 2016 pela WTTC; Especializado em atender pessoas que não praticam exercícios regularmente CREF 7530-G/PR

Ler matéria completa
Indicados para você