[ editar artigo]

Guia Tecnofit para montar seu box de CrossFit

Guia Tecnofit para montar seu box de CrossFit

Para donos de academia e profissionais de Educação Física, o box de CrossFit tem se tornado uma excelente alternativa para diversificar os ganhos. Isso porque a modalidade tem conquistado muitos adeptos no Brasil e no mundo, todos em busca de uma atividade física diferente e que gere resultados rápidos.

Contudo, apesar de parecer algo simples, montar um box de CrossFit não é algo tão fácil. É preciso pensar muito bem na estratégia de atuação que você terá como gestor. Só assim um negócio de sucesso será criado, ultrapassando o período de “febre” do CrossFit com lucratividade.

Para isso, montamos um pequeno guia para que você monte seu box de CrossFit de maneira eficiente, reunindo dicas de estrutura e também de planejamento.

Comece do começo...

Como em qualquer negócio, é necessário um investimento inicial. A parte vantajosa do box de CrossFit é o fato de ele ser mais barato do que academias convencionais. A estrutura costuma ser a de um galpão, pois grande parte dos exercícios é feita com o peso do próprio corpo — ou seja, o custo com maquinário é bem menor.

Entre os principais equipamentos, podemos citar:

· Barras olímpicas para treino funcional e de força;
· Anilhas para treino funcional e de força;
· AbMat para auxiliar nas abdominais;
· Bolas para exercícios de core;
· Cordas para exercícios aeróbicos;
· Kettlebell para treino de força;
· Box Jump para execução de saltos;
· Racks metálicos para diferentes tipos de exercícios;
· Tatame para forrar a área de exercícios.

Tudo vai depender das suas negociações e da região em que você está, mas estima-se que R$ 50 mil é um valor inicial suficiente para essa empreitada. Além disso, certifique-se de que o local escolhido é o ideal: sem forte concorrência no segmento fitness, com boa circulação de pessoas (clientes em potencial) e fácil acesso de diferentes pontos da cidade.

Contrate profissionais realmente qualificados!

Ao contrário de academias tradicionais, o profissional que for criar e ministrar treinos de CrossFit precisa passar por um curso específico, desenvolvido pela própria empresa dona da marca CrossFit — sim, apesar de ser uma modalidade esportiva, ela também é uma marca registrada, com sede nos Estados Unidos e site (clique aqui para acessar).

Quem passar por esse curso se forma como Coach Level 1, com modalidades de estudo que evoluem até o Level 4. Além de tudo isso, no Brasil, é preciso que o profissional tenha habilitação em Educação Física para dar aulas. Desse modo, antes de contratá-lo, cheque o CREF (afiliação ao Conselho Regional de Educação Física) e o certificado de Coach de CrossFit.

Com esse cuidado, você tem a certeza de contratar bons profissionais, com experiência e estudo para levar seus alunos aos resultados desejados, sem perigo de acidentes ou lesões por negligência do seu box de CrossFit.

Preocupações de gestão

Por ser um modelo de negócio bastante singular, o box de CrossFit também tem pontos de atenção especiais e que devem ser levados em consideração pelo gestor, principalmente se você deseja montar uma operação eficiente e lucrativa.

Abaixo, reunimos os cinco problemas mais comuns e identificamos soluções dentro do sistema Tecnofit para cada um deles:

1. Falta de controle de presença

Ao contrário de academias convencionais, o box de CrossFit não costuma ter uma catraca para controlar presença, pois o aluno simplesmente chega na hora certa e enfrenta o WOD. No entanto, isso pode ser ruim para as finanças e para a organização de turmas.

Com o recurso de Checkin do Tecnofit Box, o aluno reserva a vaga no horário desejado, deixando o controle de turmas mais simples e automático. Essa mesma ferramenta também gera um relatório de presença, em que você pode identificar alunos inadimplentes ou fora do horário, por exemplo.

2. Cobrança de alunos

O box de CrossFit costuma ser alto astral, com todos focados nos exercícios e em superação de limites. Por isso, o momento de cobrança pode ser uma quebra não desejada nesse foco — além de, às vezes, poder ser algo constrangedor para ambas as partes.

Com a Cobrança Recorrente, o pagamento é feito automaticamente no cartão de crédito. Outra vantagem é que, com a automatização, há a redução da inadimplência, tornando o seu fluxo de caixa mais saudável.

3. Relacionamento com alunos

Por conta da motivação constante, o aluno de CrossFit tem mais contato com o coach e com o box do que teria com academias tradicionais. Para que isso não custe tempo para você e seus colaboradores, o Tecnofit Box tem ferramentas que automatizam e facilitam essa comunicação, como disparos de SMS, e-mails e até mesmo programação de ligações telefônicas.

4. Competição interna

Normalmente, o box de CrossFit promove competições entre modalidades de WODs, para que os alunos melhorem seus desempenhos e consigam ser os vencedores de um treino ou outro. Contudo, isso costuma custar a atenção dos coachs, que precisam realizar checagens constantes.

Para isso, o Tecnofit Box trabalha com o recurso Nível Fitness. Nessa funcionalidade, o aplicativo coleta dados dos últimos 90 dias do aluno, comparando desempenho por desempenho para verificar a evolução dele e eleger o melhor aluno de cada box.

5. Gerenciamento de WOD

Dependendo da quantidade e níveis dos alunos, criar e gerenciar diferentes tipos de WOD pode ser algo muito complicado. Com Tecnofit Box, você monta os treinos uma só vez e compartilha com os alunos que desejar, tornando o processo mais simples e prático.

....

Você pode tudo isso usando o Tecnofit Box! Faça o teste grátis do sistema, que é 100% online, e veja como sua gestão pode ser feita na prática funciona na prática! Clique aqui e comece a usar agora!

Interação Fitness
Tecnofit Tecnologia
Tecnofit Tecnologia Seguir

A Tecnofit é responsável pelo desenvolvimento do software online mais moderno e completo para gestão de negócios do segmento Health & Fitness. Fornece sistema de gestão e aplicativos para o gestor e alunos de todo o Brasil.

Ler matéria completa
Indicados para você