[ editar artigo]

Pilates online veio para ficar!

Pilates online veio para ficar!

Joseph Pilates disse: “Pilates não exige que você frequente academias ou estúdios, nem que compre aparelhos caros. Você pode obter todos os benefícios do Pilates em sua própria casa.”

Estamos no ano de 2020, vivendo um momento que ficará marcado na história mundial. A COVID-19 é uma doença infecciosa causada por um novo tipo de coronavírus. Sua transmissão teve início registrado em dezembro de 2019 em Wuhan, na China, e desde então o contágio atingiu proporções de pandemia e o número de mortes causadas por complicações da doença já beira 900 mil em todo o mundo.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 80% dos pacientes com COVID-19 podem ser assintomáticos ou oligossintomáticos (com poucos sintomas), e aproximadamente 20% dos casos detectados requer atendimento hospitalar. 

Ao analisar os dados de mortalidade por COVID-19, é possível definir grupos mais suscetíveis às complicações causadas pela doença. Idosos e portadores de doenças crônicas como hipertensão, diabetes e asma têm mais propensão a desenvolver quadros graves. Um dos quatro fatores de risco para DCNT (doenças crônicas não transmissíveis) é a falta da prática de atividade física regular.

A busca por treinos em casa cresceu absurdamente na quarentena. Isso se confirma através do aumento da busca por aplicativos e plataformas digitais relacionados à atividade física e pelo aumento na demanda por acessórios fitness.

Segundo a Netshoes, site especializado em comercializar produtos relacionados a esportes, a venda de itens como elásticos e faixas cresceu mais de 2.500% na terceira semana de março em comparação com a primeira quinzena do mês.

Já falamos aqui sobre os inúmeros benefícios obtidos com o Pilates. Não é à toa que essa atividade é amplamente recomendada por médicos. Por sua versatilidade, constante supervisão e possibilidades de personalização/adaptação dos movimentos, percebemos que idosos e sedentários buscam esses exercícios por recomendação médica ou não. Visto que as orientações da OMS para prevenir o contágio e a disseminação do novo coronavírus envolvem, além dos cuidados com higiene e limpeza e uso de máscara, a recomendação veemente do distanciamento social, a pandemia acertou em cheio essa enorme fatia de clientes da maioria dos estúdios de Pilates.

Mesmo que a sua maior clientela não seja grupo de risco para COVID-19, é possível que esse quadro de isolamento e restrições impostas tenha te afetado também. A economia mundial foi fortemente abalada, principalmente o setor de serviços. Dados divulgados em junho de 2020 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) já apontavam queda de 17,2% no volume de serviços prestados em comparação ao mesmo mês do ano anterior.

Dentre as atividades com queda mais expressiva destacam-se transporte aéreo (-73,8%), serviços de alojamento e alimentação (-46,5%) e outros serviços prestados às famílias, incluindo salões de beleza, academias e reparos (-33,3%).

Foi preciso se reinventar e a prática de atividades, inclusive de Pilates, é também online. Já se passaram seis meses desde o primeiro decreto, que restringiu as atividades não essenciais em Curitiba, por exemplo, mas 40% dos nossos alunos seguem firmes nas aulas online e muitos não têm previsão de retorno às atividades presenciais.

Para Rodolpho Tobler, economista do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/FGV), a recuperação do setor de serviços tende a ser mais lenta do que de outras atividades. Segundo ele, a atividade de serviços prestados às famílias, por exemplo, mesmo com o relaxamento das medidas de isolamento social, seguirá parcialmente afetada enquanto não houver uma vacina para a COVID-19.

Se você não acha que isso é motivo suficiente para se render ao Pilates online, fica ligado que no próximo texto tem mais argumento! Até breve!
 


*Os textos produzidos pelo colaborador não expressam, necessariamente, a opinião dos outros participantes da comunidade, sendo 100% de responsabilidade do autor.

Interação Fitness
Luiza Queiroga
Luiza Queiroga Seguir

Fisioterapeuta especializada em ortopedia, traumatologia e desportiva, co-founder do Hama Pilates.

Ler conteúdo completo
Indicados para você