[ editar artigo]

COMO ESTÁ O RELÓGIO BIOLÓGICO DO SEU CLIENTE?

COMO ESTÁ O RELÓGIO BIOLÓGICO DO SEU CLIENTE?

Quando pensamos em "relógio biológico" é natural imaginarmos uma vida longínqua, saudável e autônoma de envelhecimento, porém, não é bem assim que as coisas estão acontecendo ultimamente. Um levantamento realizado por Araújo Júnior (2019), demonstrou que o cenário pode ficar catastrófico se não alterarmos alguns hábitos corriqueiros. A população idosa irá quadruplicar na próxima década, e com um índice de 38,5% dependentes e 25,6% acamados. Isso mudará totalmente o cenário social e forçando uma restruturação de atuação profissional dentro do mercado fitness.

O atual processo de envelhecimento fragilizado e semi-dependente, é um dos desafios encontrado pelos profissionais que optaram por atuar com esse público-alvo, e por isso os estudos referentes aos telômeros estão aumentando significativamente no âmbito cientifico nos últimos anos. Segundo Ortiz-Ramírez (2018), os telômeros são estruturas protetoras que tentam barrar o desgaste do material genético e manter a estabilidade estrutural do cromossomo. Seu encurtamento já está evidentemente associado a doenças degenerativas crônicas, como diabetes, obesidade e hipertensão.

Telômeros: o suposto segredo da longevidade - Envelhecer é parte ...

Entretanto, o encurtamento do "relógio biológico" de seu cliente não está ligado aos fatores degenerativos de determinadas doenças apenas. Outros fatores podem impactar na fragilização, como os hábitos ruins do dia-a-dia, por exemplo. Shammas (2011) aponta que manter hábitos ruins podem estar entre os principais responsáveis pelo encurtamento dos telômeros, e consequentemente, aumentando o risco de doenças e acelerando processo de erosão do "relógio biológico". São eles:

  • Manter um estilo de vida Sedentário;
  • Níveis elevados de estresse;
  • Dieta com elevado consumo de gordura, açúcar, sal e alguns carboidratos;
  • Consumo frequente de álcool e tabaco.

Pensando em achar novos "vilões", Zhao (2013) aponta que as inflamações crônicas desencadeadas por dor, lesão e estresse, podem causar uma sobrecarga o processo de replicação celular, diminuindo o tamanho dos telômeros. Inflamação e exercício físico são palavras que aparecem bastante  na rotina dos profissionais do fitness, porém, não se deve esquecer de utilizá-los com cautela e equilíbrio.

Visto que grande parte dos treinamentos mais tradicionais utilizados pela maioria dos profissionais seguem uma predominância tensional (microlesões), o processo de inflamatório é constantemente presente devido ao processo regenerativo do celular danificada.  Silva (2009), argumenta sobre a importância e cuidado na "fase de destruição" da fibra muscular do cliente iniciada através do exercício físico. É nesta fase que ocorre a formação de hematomas entre as miofibras rompidas e da ativação inflamatória através do sistema imunológico. 
Por isso é tão importante ter um controle dos níveis e graus de lesão que está desenvolvendo ao seu cliente, pois o processo de "overtraining" pode ser outro vilão contre os telômeros dele. Budgett (1999) já mostrou como os treinos muito volumosos, intensos e com descanso insuficientes, podem iniciar o que chama de "cachoeira inflamatória", atingindo de forma prejudicial todo sistema imunológico, e consequentemente o "relógio biológico".

Lembre-se: treinar irá sim lhe auxilar na manutenção do processo de autonomia e qualidade devido no envelhecimento do seu cliente, desde que seja sem exageros e respeitando o processo de recuperação do organismo nos diferentes momentos da vida.

 

Não inventei:

Araújo Júnior, F. B. Fragilidade, perfil e cognição de idosos residentes em área de alta vulnerabilidade social. Ciênc. saúde coletiva 24 (8) 05 Ago 2019. 

Ortiz-Ramírez. Telomere shortening and frailty in Mexican older adults. Japan Geriatrics Society, 2018.

Shammas MA. Telomeres, lifestyle, cancer, and aging. Curr Opin Clin Nutr Metab Care 2011; 14: 28–34.

Zhenrong Zhao. Telomere Length Maintenance, Shortening, and Lengthening. Journal of Cellular Physiology. December 2013.

Silva, Edson da. Microlesões celulares induzidas pelo exercício físico e respostas adaptativas no músculo esquelético. Revista Digital - Buenos Aires - Año 14 - 2009

 

Interação Fitness
Felipe Kutianski
Felipe Kutianski Seguir

Professor de Educação física, pós-graduado em Bioquímica e Hatha yoga. Pioneiro da Calistenia na cidade de Curitiba, onde atuou como coordenador da Mahamudra Brasil, mantendo uma conexão única entre: Corpo, Mente, Espírito e Natureza.

Ler conteúdo completo
Indicados para você