[ editar artigo]

MINDFULNESS E ATIVIDADE FÍSICA: REPENSANDO A NOÇÃO DE BEM-ESTAR

MINDFULNESS E ATIVIDADE FÍSICA: REPENSANDO A NOÇÃO DE BEM-ESTAR

 

O QUE É MINDFULNESS?


Vamos começar definindo o significado da palavra mindfulness.

  • É meditação? Sim.
  • É diferente de outras meditações? Sim e não ao mesmo tempo.
  • Como assim? Bem, a prática de mindfulness não é nenhuma novidade.

A própria tradução da palavra, que significa ‘atenção plena’, é uma tentativa de se aproximar do termo 'sati' que considera a atenção plena um componente indispensável na busca da iluminação da meditação budista.

A palavra 'sati' deriva de uma raiz que significa “lembrar”, como um fator mental que significa presença de espírito, de alento. É lembrar a atenção de voltar para o presente, e não a faculdade da memória em relação ao passado. É lembrar de estar no aqui e agora em cada respiração.


A diferença principal é o objetivo que agora se busca. Se antes a meditação era voltada para  a ‘iluminação’ ou ‘desenvolvimento espiritual’, ela foi pouco a pouco adquirindo novos contornos e passou a ser direcionada para os estudos da medicina e psicologia, já inaugurando suas análises nas áreas da educação e atividade física.


O SURGIMENTO DO MINDFULNESS


Dr. Jon Kabat-Zinn, em 1979, apresentou ao mundo o que se tornou a Mindfulness-Based Stress Reduction – MBSR, que nada mais é que um curso de 8 semanas inicialmente desenvolvido para ajudar as pessoas a controlarem a dor. Desde então, muitos estudos foram realizados para verificar os benefícios da meditação com pacientes infartados e também na área da saúde mental. 


Portanto, podemos perceber que a inovação aconteceu no momento em que a meditação deixa de lado os tratados sobre espiritualidade e passa a se concentrar no mundo e em suas mundanidades, fundamentando os resultados com base em estudos científicos ao invés da subjetividade espiritual.


REPENSANDO O BEM-ESTAR


Você, quando está realizando uma atividade personal, já verificou com seu/sua cliente como anda a saúde mental dele/a? E a sua? Você ou ele/a tem tido crises de ansiedade? Síndrome do pânico? Episódios depressivos?

Sabia que estudos recentes demonstram que a atividade física, apesar de fazer bem para a saúde, não necessariamente diminui estados de ansiedade, síndrome do pânico ou depressão?

Ou seja,  a noção de resultados precisa ir além da questão estética e levar em consideração o bem-estar físico e a saúde mental. Ainda mais em uma época como a nossa, em que estudos da organização mundial de saúde colocam as doenças mentais como principais em todo o mundo.


E não é preciso nenhum estudo científico para provar que uma mente tranquila e com bons pensamentos, é um componente essencial para o bem-estar.


Certamente já teve dias de você ou seu/sua cliente não estar ‘com a cabeça no lugar’ e ainda assim dar início ao treino transformando-o em uma  espécie de terapia 'tabajara'. Treina aqui, desabafa ali. Ótimo, perfeito! Mas imagina se antes você convidasse seu/sua cliente para sentar, ou mesmo deitar um pouco... Cinco minutos!!! E começassem a trabalhar em conjunto a atenção plena sobre cada respiração, buscando uma autorregulação capaz de deixar um pouco de lado as inquietações e dar início a um treino bem focado primeiro?


 Aí sim,  reservar uns minutos finais do treino para ouvir o que seu aluno/a tem para dizer.
Entendeu o que quero demonstrar?
Estudos de mindfulness na área da psicologia apontam relevantes melhoras no quadro clínico dos pacientes. Nas escolas, há melhoria na aprendizagem, e o mesmo tem sido verificado na área da atividade física. E nas duas direções:

  • Quem pratica mindfulness e começa a realizar atividade física, melhora a capacidade de atenção.
  • E quem já pratica atividade física e começa a treinar a atenção plena, alcança mais foco e disposição nos treinos, melhorando significativamente o alcance dos resultados.


Quer saber mais? 
Fica para o próximo texto onde darei dicas de como inserir o 'mind' na atividade física.

Gostou deste artigo? Dê um like!

Namastésso!


 

Interação Fitness
Prof. Moisés
Prof. Moisés Seguir

Psicopedagogo e instrutor de yoga e mindfulness em academias, empresas e escolas. Especialista no transtorno de ansiedade utilizando técnicas de mindfulness como estratégia metacognitiva. Autor do livro 'Comer, beber e respirar'.

Ler matéria completa
Indicados para você