[ editar artigo]

CALISTENIA: como intensificar seu treino com pré-estiramento e pliometria.

CALISTENIA: como intensificar seu treino com pré-estiramento e pliometria.

Quando falamos sobre treinamentos utilizando apenas o peso corporal, muitas pessoas se questionam: "como vou evoluir sem equipamentos?". Esta é uma das ferramentas mais surpreendentes da Calistenia: suas inúmeras variedades de estímulos.

A maioria dos treinos de Calistenia utilizam-se inicialmente de variáveis como:

  • (1) Volume de treino
  • (2) Tempo de execução dos exercícios.

Entretanto, existem outras dezenas de linhas que podem ser utilizadas para potencializar os treinos calistênicos, como a pliometria e o pré-estiramento.

"VELOCIDADE PARA DESENVOLVER" 

Na ideia de Yury Verkhoshanski (o idealizador), a pliometria é indicada para o desenvolvimento da potência muscular e das capacidades reativas do aparelho neuromuscular. O treinamento pliométrico é desenvolvido na reversão da fase excêntrica para concêntrica, na maior velocidade possível. Esse tipo de método se utiliza da tensão elástica da musculatura ativa, somando com a energia cinética, resultando em um aumento da força total do aluno.

"ESTICA E CRESCE" 

O pré-estiramento é facilmente confundido com alongamento, principalmente porque envolve movimentos bem amplos para sua técnica. Esse método caracteriza-se pelos exercícios de grande amplitude articular, chamando a atenção para um breve estímulo de alongamento da musculatura ativa. Os treinos realizados com técnicas de pré-estiramento apresentam uma maior tensão das fibras musculares desencadeado pelo aumento da amplitude dos movimentos.

Tanto estímulos pliométricos quanto pré-estirados necessitam de muito cuidado, principalmente se o aluno não estiver familiarizado com exercícios dessa característica. Por isso, temos 10 dicas que podem ser um ótimo auxílio:

  • Cuidado com a superfície onde será realizado os exercícios;  
  • Aplique maior atenção no desenvolvimento motor inicialmente; 
  • Sempre respeite as progressões de intensidade e movimentos;
  • Os aquecimentos específicos são indispensáveis; 
  • Mantenha uma atenção constante sobre os sinais de fadiga;  
  • Cuidado com qualquer tipo de sobrecarga adicional;  
  • Tenha cuidado com os desequilíbrios musculares; 
  • Exercícios isométricos são ótimos aliados para o fortalecimento; 
  • Preste atenção na temperatura corporal antes e durante à prática;  
  • Observe as fases da periodização com os estímulos aplicados.  

Seguindo essas dicas, já é possível ter uma base para dar inicio a prática, sempre lembrando para não ser ultrapassado os limites do seu corpo. Pratique com responsabilidade. 

Um grande abraço, 

Até a próxima. 

 

 

 

 

Interação Fitness
Felipe Kutianski
Felipe Kutianski Seguir

Educador físico, pós-graduado em Bioquímica e Hatha yoga. Pioneiro da Calistenia na cidade de Curitiba, onde atua como Headcoach da Mahamudra Brasil, mantendo uma conexão única entre: Corpo, Mente, Espírito e Natureza.

Ler matéria completa
Indicados para você