[ editar artigo]

O que é a Fascia e por que ela é tão importante? (Parte 1)

O que é a Fascia e por que ela é tão importante? (Parte 1)

Nos últimos anos o termo FASCIA tem se popularizado cada vez mais mundo afora. Mas fica a pergunta:

Você sabe o que FASCIA significa?

A fáscia é uma bainha, uma folha ou qualquer número de outras agregações dissectíveis de tecido conjuntivo que se forma sob a pele para anexar, envolver e separar músculos e outros órgãos internos. (Carla Stecco et al, 2016). De forma simples é: o tecido conjuntivo que nos dá estrutura.

Ele se conecta através de todas as camadas do nosso corpo. Da pele ao tecido adiposo, a todas as fibras musculares, às profundezas de nossos órgãos internos e aos ossos. (Glaucia Adriana, 2020).

Formada principalmente por células (fibroblastos, miofibroblastos), fibras (colágeno, elastina e reticulada) e substância fundamental (água e ácido hialurônico), a FASCIA é um dos 4 grandes tecidos do corpo, junto com os musculares, nervosos e epiteliais.

Por que tanto se fala e por que a FASCIA é tão importante? 

  1. Ela é o nosso “órgão da forma”. É o que nos dá o nosso ‘shape’;
  2. Atua como um sistema de transmissão de força em todo o corpo;
  3. Funciona como um sistema de comunicação, detectando e relendo informações do sistema nervoso central (SNC) sobre a posição do corpo e movimento (Chaitow, 2012);
  4. Mecanotradutor - converte um estímulo mecânico em uma resposta química;
  5. Habilidade para adaptar e ajustar ao contrair ou alongar;
  6. Ativo na cicatrização de feridas.

 

Como uma ferramenta que conecta músculos, ossos e ligamentos - e capaz de responder ao estímulo mecânico - fornece toda a base da anatomia, postura e movimento. Engloba-se, desta forma, o sistema fascial.

Além de dar forma ao corpo, ela é também nosso maior órgão sensorial em extensão. Formando um meio rico em água e proteoglicanos, a fáscia atua na mobilidade e na nutrição do organismo.

Diversas formas de dor estão relacionadas a fáscia, bem como estados de humor tal qual depressão, síndrome do intestino irritado, ou de prazer e bem estar. (Johannes Freiberg, 2018).

E é aí, que nós - profissionais do movimento - entramos. Pois movimento eficiente, que respeite a função do corpo de cada indivíduo, é cura, é saúde.

 

Referências:

Stecco, C; Schleip, R: Fascia and Fascial System, Journal of Bodywork and Movement Therapies 20 (2016) 139-40

Adriana, Glaucia: Desmistificando o Sistema Neuromiofascial. Brazil (jun 2020). Workshop.

Chaitow, Leon: Fascia Perspectives: Clinical Models, Theories and Evidence, Fascia Summer School. Ulm, Germany (Sept. 2012). Lecture. DVD.

Freiberg, Johannes. https://universidadedafascia.com/o-que-e-fascia/ (mar 2018)

Merrithew™ Health & Fitness. Fascial Movement Foundation Course Student Workbook.

Interação Fitness
Priscilla Severo Cortez
Priscilla Severo Cortez Seguir

Educadora física, instrutora de Pilates e apaixonada por esportes, trabalhou durante anos no Brasil com pilates, treinamento funcional e personal training. Mora hoje nos Países Baixos e atua como wellness coach promovendo saúde através do movimento.

Ler conteúdo completo
Indicados para você