[ editar artigo]

OS SEGREDOS DA CALISTENIA - Da Origem aos Métodos mais Modernos: A antiga escola Soviética.

OS SEGREDOS DA CALISTENIA - Da Origem aos Métodos mais Modernos: A antiga escola Soviética.

Conseguimos entender a origem da Calistenia no artigo que abordamos anteriormente (OS SEGREDOS DA CALISTENIA. Da Origem aos Métodos mais Modernos: Da Grécia para o Mundo), mas hoje vamos ir além das histórias mitológicas da Grécia antiga ou das linha educacionais da escola suíça-alemã. O que poucos sabem é o que está atrás da “cortina de ferro” do leste europeu, lá se esconde um das maiores fábricas de calistenia da atualidade: A Rússia. 

Atualmente a Rússia é o país com maior número de praticantes de calistenia do mundo, com mais de 33 milhões (isso mesmo, MILHÕES), seguido pela Polônia, Brasil e Alemanha. 

Muitos dos campeões de freestyle (uma modalidade dentro da calistenia) são russos, além de existir uma cultura física muito enraizada dentro do país desde a criação da antiga união soviética, ou seja, a prática calistênica é fortemente difundida pelo leste europeu desde 1922 (mais de 98 anos).

 

MAS POR QUE A CALISTENIA É TÃO POPULAR NO LESTE EUROPEU?

Hardbodyhang Street Workout Park - Lágymányos - 4 tips from 81 visitors

O bloco do leste europeu segue até hoje uma linha cultural sobre a educação física da antiga união soviética, que colocava a práticas de exercício físico como umas das prioridades da população, a fim de sempre estarem preparados para transição rápida de civis para militares. 

Muitos testes de aptidão física com flexões, barras fixas, agachamentos e corridas eram utilizados como normativas de acesso às vagas de escolas e universidades. Sim, não bastava realizar provas teóricas, era necessário estar fisicamente apto para ingressar nos estudos. 

É por isso que a calistenia ainda é muito praticada no leste europeu, pois muitas questões culturais soviéticas ainda impulsionam a conscientização sobre a saúde física da população local.

 

HOMO SOVIETICUS - A FÁBRICA DE SOLDADOS

Sport in the Cold War

Procurar manter a população soviética bem fisicamente era umas das estratégias da URSS desde os anos 20. Desenvolver uma rotina sólida através da prática do exercício físico, foi por anos uma das maiores ferramentas do sistema soviético para melhorar a mão de obra operária e fortalecer o enorme sistema militar. 

Hoje temos uma enorme variedade de ferramentas para nos auxiliar na construção de uma rotina de exercício físico: aplicativo, streaming, YouTube, televisão, entre outros. Imagine o tamanho da dificuldade em criar uma rotina de treinamento físico para mais de 293 milhões de pessoas no começo da década de 20  e no meio do processo de criação do bloco soviético. E mesmo com todas essas dificuldades, eles criaram: ZARYADKA (ЗАРЯДКА).

Коллекция советских плакатов пропагандирующих спорт и здоровый образ жизни.  - «Нижегородская правда»

A ZARYADKA foi um programa matinal de rádio, que transmitia e orientava toda a população soviética na prática e criação de uma cultura de exercício físico através de movimentos calistênicos, tornando-se na época o maior programa de rádio do planeta, indo das fronteiras dos países do leste europeu até os confins do mar da China. 

Mas é óbvio que nem tudo tão pioneiro e alegre, pois a educação física aplicada pela ex-URSS foi extremamente rigorosa. O programa de treinamento de cultura física soviético ou popularmente chamado de GTO (ГТО), era iniciado aos três anos de idade e se estendia até os 60 anos, sem jamais diminuir o rigor dos treinamentos. 

Vários testes eram realizados ao longo do início da vida adulta, para que os jovens aos 25 anos conseguissem obter a certificação GTO (Pronto para o Trabalho e a Defesa da URSS - Готов к труду и обороне СССР), e assim estar apto para ingressar no exército vermelho. 

Para obter esse certificado de capacidade física, os cidadãos precisavam passar por 21 testes físicos, divididos em diferentes etapas e faixas etárias: 

  1. "Pronto para o início" (К стартам готов) - para meninos e meninas de 7 a 9 anos de idade.

  2. "Corajoso e habilidoso" (Смелые и ловкие) - para meninos de 10-11 e para meninas de 12-13 anos de idade.

  3. "Sucessos do esporte" (Спортивная смена) - para adolescentes de 14 a 15 anos de idade.

  4. "Força e coragem" (Сила и мужество) - para adolescentes de 16 a 18 anos de idade.

  5. "Perfeição física" (Физическое совершенство) - para homens de 19 a 39 anos e mulheres de 19 a 34 anos de idade;

  6. " Alegria e saúde" (Бодрость и здоровье) - para homens de 40 a 60 anos e mulheres de 35 a 55 anos de idade;

No auge do programa de educação física soviético, mas de 220 milhões de pessoas conseguiram receber os certificados de aptidão física emitido pelo Sistema unificado de classificação desportiva da URSS, criando dessa forma uma cultura de exercício físico muito forte, passando de geração para geração, principalmente através da calistenia domiciliar. 

 

QUAIS TESTES ERAM REALIZADOS?

Os testes físicos que compunham todo o GTO eram pensados em necessidades específicas para preparar ao máximo os jovens para o serviço militar e para estruturar minimamente toda população para possíveis momentos de guerras.  

  • Rastejamento em diferentes tipos de terrenos;

  • Transporte e engatilhamento de armas;

  • Corridas de 100m, 1000m e 3000m;

  • Lançamento de peso;

  • Escalada de corda;

  • Salto em distância;

  • Artes marciais;

  • Salto em altura;

  • Barra fixa;

  • Flexão de braço;

  • Oitavas na barra;

  • Esqui cross-country;

  • Natação de 100m e 200m;

  • Tiro de Caça;

  • LPO;

  • Kettblell;

  • entre outros.

Soviet fitness | MATTHEW'S ISLAND

Após a dissolução da ex-união soviética em 1991, todo o programa GTO foi encerrado em todas as ex-repúblicas. Porém, em 2014 o presidente Vladimir Putin reativou todo o antigo departamento soviético de Cultura física, mantendo todos os testes e certificados, inclusive o nome original.

 

A VERSÃO MODERNA DA CALISTENIA RUSSA

O antigo sistema soviético deixou uma raiz muito profunda sobre a forma que os russos se exercitam. Só em Moscou, atualmente existem mais de 830 estações de calistenia com barras para prática de calistenia, e também academias e ginásios especializados. Além de todo conhecimento técnico-científico desenvolvido na ex-URSS, como a criação da periodização de treino, mais de 8 métodos de treinamentos, e a criação da PLIOMETRIA pelo Dr. Yuri Verkhoshansky, que desenvolveu quase que um monopólio de vitórias por parte dos atletas soviéticos por anos. 

Alguns especialistas dizem que a própria criação do estilo Freestyle foi desenvolvido na Rússia, outros dizem que ela foi só aperfeiçoada devido à familiaridade com os treinos pliométricos, e que hoje fazem parte da rotina escolar de todos os russos com exercícios calistênicos originalmente criados por lá mesmo, como: Russian Twist,  Russian Dip (paralela russa) e o Giro Russo (Oitava na barra), todos criados na época da antiga equipe de ginástica da ex-URSS.

Street workout (Vladimir Sadkov) - Community - GymnasticBodies

Não sabemos ao certo quem foi o país “Mãe” do freestyle ou de determinados movimentos, mas é seguro que a antiga União Soviética contribuiu de forma incrível na evolução da calistenia e de todo universo fitness, principalmente na era científica da educação física.

 

 

*Os textos produzidos pelo colaborador não expressam, necessariamente, a opinião dos outros participantes da comunidade, sendo 100% de responsabilidade do autor.

 

 

Interação Fitness
Felipe Kutianski
Felipe Kutianski Seguir

Professor de Educação física, pós-graduado em Bioquímica e Hatha yoga. Pioneiro da Calistenia na cidade de Curitiba, onde atuou como coordenador da Mahamudra Brasil, mantendo uma conexão única entre: Corpo, Mente, Espírito e Natureza.

Ler conteúdo completo
Indicados para você